quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Mobilização dos alunos continua

Hoje os alunos decidiram não assistir as aulas na UENF como forma de protesto pelos últimos acontecimentos.
Na assembléia desta quinta a tarde, pelo que fui informado, decidiram também não irem as aulas na sexta.
Na segunda deverá haver nova assembléia, com a tendência de continuar o boicote até o dia 06 (prazo solicitado pelo governo do estado para resolver a demanda dos docentes).

7 comentários:

Anônimo disse...

Acho difícil q isso vá a frente, os professores fizeram os alunos de idiotas apoiando a manifestação que fechou a uenf e no dia seguinte trairam os alunos começando as aulas para parar depois o que era uma das maiores reivindicações dos alunos. O que vai acontecer é que as matérias serão jogadas assim q aula voltar e mais uma vez os alunos que pagam o pato...VERGONHOSO

Patrícia disse...

Realmente é uma vergonha tanto tempo de prazo para concluir o que já está decidido. Basta apenas assinar e pagar...
Aliás porque o site oficial da UENF não está funcionando hoje (25/11) Alguém por favor me informe?!
Tenho prova para amanhã e ai vai rolar? A matéria está toda no site!

Anônimo disse...

Realmente é uma vergonha esperar por um prazo tão longo por algo que já está decidido basta apenas o avalm, a assinatura e o pagamento!!!
Aliás alguém sabe me informar porque o site oficial da UENF não está funcionando?! Tenho prova amanhã e toda a matéria da disciplina está no site...ou seja...caros colegas não me deixem ter prova de genetica amanha!

Anônimo disse...

CONCORDO COM OS ALUNOS O ATUAL GOVERNO PRECISA DAR O DEVIDO VALOR A UENF... ESSA DE PRECIONAR OS PROFESSORES E SÓ NEGOCIAR SE ELES VOLTAREM AS ATIVIDADES...FALA SÉRIO!!!POLÍTICOS SÓ OLHAM O LADO DELES...

Anônimo disse...

"Não me deixem ter a prova de genética amanhã"
Sobre esse comentário: cabe a cada um, em primeira pessoa, ajudar-nos a boicotar as aulas. Não esperar que outros alunos façam isso e ir para casa dormir depois.
Só uma sugestão.

Anônimo disse...

ISSO É TERRORISMO DE PROFESSOR COM ALUNO

Anônimo disse...

O movimento estudantil segue o caminho errado, deveria se posicionar contra a greve e buscar o apoio dos professores que não querem a greve e dos funcionários também. Esse movimento dos professores é irresponsável, nada contra a greve, é um direito legítimo e necessário, mas a mesma deve ser conduzida com responsabilidade e respeito aos alunos. A greve começou em agosto, parou por causa de eleições e depois tivemos aulas pouco produtivas por conta do clima de greve. Um semestre perdido, agora querem piorar a situação, se a greve tivesse continuado, certamente estaríamos em uma situação melhor, com aulas em Janeiro e Fevereiro, mas sem maiores atrasos no curso. Além disso, o movimento é fraco, é apenas uma universidade do estado buscando melhorias. Dentro da própria universidade existem divisões. Já participei de algumas greves, no antigo Cefet, a greve foi responsável, ninguém perdeu um período e foi uma greve de todo o sistema federal de ensino.