segunda-feira, 14 de abril de 2014

Chuva boa

Só uma chuvada boa para lavar essa mer.. toda que estão fazendo por aqui.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

A cartada final para destruir os técnicos

Se não bastasse a administração da universidade ter enviado uma tabela salarial para o governo, fazendo com que o cargo de técnico de nível superior tivesse aumento de 0% (ZERO) - enquanto outras categorias receberam valores superiores a 60% - , agora prepara um novo absurdo.
Dessa vez a medida não atinge apenas os técnicos de nível superior! A nova aberração prevê o envio de dois projetos de lei para a assembleia legislativa.
O primeiro projeto atenderia aos professores e, posteriormente, outro seria enviado para os técnicos. Com esta medida, se nossos colegas ainda não entenderam, será dividida a tabela do plano de cargos: uma tabela para professores e outra para técnicos.
Isso é tudo que o governo quer: dar aumentos substanciais para os docentes e valores menores para os técnicos. Querem saber se é verdade? Perguntem aos colegas de nossa universidade coirmã. Lá, já existem duas tabelas a muito tempo, e adivinhem quem sai perdendo!
E por falar na universidade da capital, aproveitem e leiam o plano de carreira dela. Lá eles dividem os técnicos em administrativos e especialistas, fazendo com que, diferentemente de nosso plano, os administrativos recebam valores menores que os especializados. É isso que queremos para nossos colegas de primeiro e segundo grau?
Portanto colegas, cuidado com os falsos líderes e certos administradores que vem pregando a nossa divisão (isso eles já conseguiram).
Agora ficou claro porque eles fizeram de tudo para que brigássemos uns contra os outros: o objetivo era separar a tabela em duas!
Ainda dá tempo de impedirmos essa esperteza!
Lembrem-se: quando publicada no DO a divisão da tabela será irreversível e as perdas causadas por isso serão levadas para o resto de nossas vidas!

quarta-feira, 26 de março de 2014

Greve chapa branca no REH?

No Reino Encantado das Hiluxs (REH) existem universidades públicas, que pela incompetência de seus governantes, vez por outra, são obrigadas a entrar em greve.

Na greve da UNIREH, os servidores estão em greve com pautas divididas, devido a estratégia dos governantes de dividirem todas as categorias.

A última da UNIREH, é que dizem que um certo grupo de grevistas tem sido tratado a pão-de-ló pela administração da instituição.
Depois de reuniões com os chefes para liberar os servidores para greve, parece que a instituição disponibilizou um carro oficial para levar esse grupo grevista até a capital!


O Reino Encantado das Hilux é uma obra de ficção e qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

quarta-feira, 19 de março de 2014

Coodenação do Sintuperj e secretário de Ciência e Tecnologia discutem situação da Uenf

Nota da Coordenação do Sintuperj:
Nesta quarta-feira dia 19 de março, por volta das oito e meia da manhã, o coordenador geral do Sintuperj Jorge Luís Mattos (Gaúcho) conseguiu um encontro com o secretário de Ciência e Tecnologia do Governo do Estado, Gustavo Tutuca, para seguir as negociações e obter informações sobre o Plano de Cargos e Vencimentos (PCV) dos servidores técnico-administrativos da Uenf, Universidade Estadual do Norte Fluminense. O encontro aconteceu no heliponto do Governo do Estado localizado na Lagoa Rodrigo de Freitas, zona Sul do Rio de Janeiro.

            Durante conversa com o coordenador geral do Sintuperj o secretário demonstrou surpresa ao ser informado que houve uma declaração de greve dos servidores técnico-administrativos na terça-feira, dia 18 de março, justamente no momento em que o Governo do Estado demonstra interesse em atender as demandas dos servidores da Uenf. Tutuca afirmou que os canais de negociação da Secretaria de Ciência e Tecnologia e da Seplag, Secretaria de Planejamento e Gestão, estão abertos com o Sintuperj e a reitoria da instituição para buscar a melhor forma de atender as demandas dos trabalhadores, e ressaltou que a paralisação das atividades atrapalha o andamento das negociações. Vale lembrar que a greve declarada neste dia 18 de março, além de ferir o estatuto do Sintuperj, não tem sustentação jurídica no caso de uma contestação judicial por parte do Governo do Estado.


terça-feira, 11 de março de 2014

Sem proposta do governo, docentes devem entrar em greve

Mais uma greve bem perto de acontecer na UENF!
A proposta de reajuste salarial que seria apresentada pelo governo do estado nesta última segunda-feira não deu em nada. A reunião com o Reitor foi cancelada.
Com assembléia marcada para amanhã a tarde, os docentes parecem caminhar para uma nova greve, a pesar dos apelos da reitoria para que não se entre em greve.
Neste momento, muitas dúvidas pairam no ar uenfiano:

- Por que um diretor de centro foi negociar demandas salariais com o governo do estado?

- Por que a Seplag desmarcou esta última reunião em cima da hora!???

- Por que outras instituições estaduais tiveram suas demandas salariais aprovadas, com índices bem maiores dos que os pleiteados pela UENF?

- Será que a dificuldade da UENF em aprovar seu pleito não seria porque encontra-se com suas categorias (divididas) lutando por demandas próprias e apresentando propostas fragmentadas??

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Nossa lavoura está salva!



Agora a agropecuária da nossa região vai!
A eleição do ilustríssimo deputado Feijó para a Comissão de agricultura, pecuária, abastecimento e desenvolvimento rural, foi um prêmio pela competência e experiência do deputado no setor.
É a pessoa certa no lugar certo! Parabéns!

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Técnicos administrativos entrarão em greve

Deu no EXTRA:
A partir do dia 17 de março, servidores da Universidade Federal Fluminense (UFF) irão cruzar os braços. Durante assembleia realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Universidade Federal Fluminense (Sintuff), o início da greve foi aprovado. Por enquanto, apenas os técnico-administrativos estão confirmados, mas há chance de os professores também aderirem à paralisação.
A pauta de reivindicação é extensa. O primeiro item é a definição da data-base em 1º de maio. Em seguida, política salarial permanente com reposição inflacionária, valorização do salário base e incorporação das gratificações. A categoria exige também cumprimento por parte do governo de todas os acordos e protocolos de intenções firmados; ascensão funcional; reajuste dos benefícios; e antecipação para 2014 da parcela de reajuste de 2015, entre outras exigências.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Feliz Ano Velho!


O Papai Noel em sua mensagem de ano novo, disse o que já sabíamos: já resolveu seu problema e de seus pares, agora, a choldra que rale para ganhar alguma esmola!

domingo, 29 de dezembro de 2013

Farol: o império do barulho!

Será que a prefeita Rosinha está veraneando na praia do Farol (a casa, pelo menos, já foi alugada)???
Pois deveria dar uma voltinha pela orla! O que tem de carro de som infernizando a vida das pessoas, não está no gibi!!
Afinal, o que faz a guarda municipal? E a postura?
Terra de ninguém!

Breve período para manutenção

Prezados leitores, este blog entrou em manutenção no mês de novembro. Estamos retornando devagarinho para testar os equipamentos.
Agradecemos a paciência!