segunda-feira, 29 de março de 2010

Servidores estaduais sem reajuste em 2010!

Atenção servidores de todas as categorias, leiam a nota que saiu no O Dia:


A estratégia do governo e da bancada de senadores do estado de empurrar a votação da Emenda Ibsen para depois das eleições, se bem sucedida, vai deixar servidores estaduais sem reajuste este ano. O alerta é do secretário de Planejamento, Sérgio Ruy Barbosa. Com a emenda, o Rio perde R$ 7,3 bilhões dos royalties do petróleo.

“O governo tem que ter a cautela necessária. Estamos dizendo ao Brasil que o Rio para. Não podemos agir diferente do discurso. Os fatos são reais. Ou seja, não tem como dar aumento esse ano, se a Emenda Ibsen for discutida até após as eleições”, afirmou.

O secretário disse que, no último dia 16, concluiu estudo dos impactos da Emenda Ibsen. De acordo com ele, “na hipótese absurda de parar todos os serviços do estado, com exceção da saúde e educação, onde os recursos são vinculados, mesmo assim ficaria faltando R$ 1,12 bilhão para pagar salário e benefícios”.

Sérgio Ruy Barbosa também destaca que em 2011 será pior, pois no ano corrente o estado já recebeu os royalties devidos. Sobre o freio nos planos do governador Sérgio Cabral, de conceder reajustes em abril, o secretário de Planejamento confirmou que o novo cenário foi um “balde de água fria”. “No atual contexto, não podemos aumentar a despesa”.
...
O secretário de Planejamento, Sérgio Ruy Barbosa, anunciou também que, em um ano, a pasta vai divulgar as médias salariais de todos os servidores do estado. Ele ressalta que a lista não será nominal e que o objetivo é organizar os números, assim como demonstrar os valores estatísticos dos salários, das gratificações e quantitativo por área, entre outros. A ideia é deixar pronto antes do término da gestão atual.

9 comentários:

Anônimo disse...

Porra ! Como pode o secretário alegar que ano que vem vai ser ainda pior num estado que arrecada tanto ? Pior em quê ? Fosse Cesar Maia já tinham tomado atitudes no sentido de reverter a situação polêmica dos royalties. Agora, como pode um puxa sacos do todopoderoso Lula da Silva estar com a corda no pescoço nesse momento ? Como pode um dos "homens de Lula" estar sofrendo tanto com a possibilidade da perda dos royalties do petróleo se o "paizão" taí pra vetar ? O paizão não é o presidente das Medidas Provisórias ? Não tem aí, paizão, uma medida provisória para reduzir os impostos pagos pelo Rio à União caso o estado perca os royalties ? Cadê o paizão Cabral ? Cadê o slogan do teu governo "Somando Forças" ? Cadê o partido dos trabalhadores para justamente nesse momento amparar... os trabalhadores ? Lula lavou as mãos em relação a essa questão ? Como ? É inadmissível que essa união estado/governo federal seja tão tênue, tão frágil a ponto de Cabral chorar em público e se contorcer de medo no que diz respeito a 2011. Inadmissível também é colocar os servidores estaduis como boís de piranha em toda essa discussão. Somos descontados na FONTE, todo mês, QUANTIAS ABSURDAS relativas ao IMPOSTO DE RENDA E RIO PREVIDÊNCIA. As rodovias têm pedágios, o IPVA é caríssimo, IPTU idem, ICMS nas alturas. Qual é governador ? Dizer que pagou grande parte do PCV de ROSINHA e colocar isso como algo benemérito da sua parte não é verdade. Essa questão de um governante pagar as contas do outro é problema de vocês e cabe a vocês acabar com isso, ou seja, cada um deve fazer aquilo que tem que fazer nos 4 anos de governo e só, sem deixar dívidas para o sucessor. Não é possível que a segunda economia do país esteja com as calças arriadas sem condições de reajustar seus servidores e pedindo esmolas ao Congresso e sem a ajuda do "paizão" Lula da Silva. Não é possível !

Anônimo disse...

Bom, companheirada, pelo visto o governo estadual está nos empurrando para uma longa greve. Não podemos aceitar, sob qualquer argumento, que não haja reajuste salarial. Veja bem: é reajuste, não é nem aumento salarial. Um ministro do Supremo Tribunal Federal já declarou em uma de suas entrevistas à mídia, que o poder de compra do salário deve ser preservado. A luta é mais que justa.

Anônimo disse...

Olhem só o que saiu na coluna de 28/03/2010 do jornalista Cláudio Humberto e me digam se o governo Cabral não está tirando sarro da nossa cara!

Chora, contribuinte
O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, vai contratar seis agências para gastar R$ 180 milhões por ano - verba que só os Emirados Árabes podem torrar em propaganda sem chorar.

Uenfezado disse...

A embromação era só para esse ano! Agora vamos ficar sem aumento em 2010 e 2011!

Anônimo disse...

DEUS NOS LIVRE DISSO !

Uenfezado disse...

Prepare-te!

Anônimo disse...

A palavra certa: PREPARE-TE. É isso.

Anônimo disse...

OS HOSPITAIS TEM DE PARAR, SENÃO VAI CONTINUAR ESSA BARBERAGEM.O SERVIDOR DA SAÚDE ESTADUAL NÃO É VÁLVULA DE ESCAPE PARA CHORO DO GOVERNADOR E DO SECRÉTÁRIO DE SAÚDE.QUER BOM ATENDIMENTO?TEM QUE PAGAR!!! R$ 600,00 É PARA PAGAR ALGUNS IMPOSTOS.QUANTO SOBROU?0,0.TOMA VERGONHA AUTORIDADES E SE LIGUEM SEM NÓS VOCÊS NADA SÃO!

sandro disse...

É IGNORANCIA MINHA OU O MEU SALRÁIO NÃO TEM NADA A VER COM OS royalties do petróleo?
SOU SERVIDOR DO ESTADO ,ÁREA DA SAÚDE.
QUEM NAÕ TEM ASSUNTO TEM Q MASTIGAR CHICLETE
AH! E SE TIVER ALGUMA COISA A VER , O MEU SALÁRIO COM OS ROYALTIES,POR QUE NÃO HOUVE NENHUM REAJUSTE OU AUMENTO ANTES, EQUANTO ELES ERAM PAGOS NA TOTALIDADE?