sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Reitor da UENF coloca discussão da tabela em pauta

Na reunião do CONSUNI dessa sexta pela manhã, um dos pontos de pauta será "Proposta dos servidores para adequação do Plano de Cargos e Vencimentos da UENF".
O que não se sabe é qual tabela será colocada para discussão, pois as propostas anteriores já caducaram com o aumento de 22%, dado para os técnicos.


Analisando esse histórico pela reposição salarial, conclui-se: antes tínhamos toda categoria de servidores, docentes e técnicos, na luta pelos 82%. Primeiro inventaram a tal correção das distorções somente para os técnicos de 1º e 2º, depois o aumento só para os técnicos (pinga pinga de 22%) e, finalmente, a bolsa de produtividade que se transformou em bolsa de DE para os docentes.
O que ficou?
Técnicos brigando entre técnicos, docentes versos docentes e docentes contra técnicos!
Que coisa!
Quem ganhou com isso!!??
Quem sai lucrando com esse racha!!??


Só me resta parabenizar os idealizadores dessa brilhante estratégia! Vcs são muito bons!!
Nós, os "patinhos" temos muito que aprender!

11 comentários:

Pedro (D)KabraL disse...

Precisamos aprender sim.
Penso que o melhor é fazer o contário do que eles fizeram, ou seja, unir os servidores em torno de uma só associação ou um só sindicato, uma vez que, cada um com sua especificidade, TODOS somos servidores da Uenf e recebemos de uma só fonte.
Uma só instituição de luta com representantes de todos os segimentos.

Anônimo disse...

Me contaram que alguns professores do CCH foram excluídos do CONSUNI por terem faltado 9 vezes seguidas às reuniões. É mole ou quer mais ? E depois ficam por aí - a oposição - dizendo que o reitor revive os tempos da ditadura. Ora ora, se uma pessoa não tem a capacidade de justificar 9 faltas seguidas nas reuniões do CONSUNI, nada mais apropriado que seguir o regimento da UENF e retira-la do Conselho.
9 faltas seguidas e sem justificativa = ditadura da mamata !

Anônimo disse...

Sem esperança, o que será de nós em 2011 onde tudo virá com aumento?

pedlowma disse...

Prezados,

O anonimato dá às pessoas a necessidade de serem mais responsáveis com o que se diz. Em relação ao problema que afligiu 3 conselheiras do CCH é preciso que se diga que ficou demonstrado documentalmente que a reitoria da UENF foi, no mínimo, afoita. Afinal, uma das conselheiras teria sido defenestrada em função de uma falta ocorrida durante o seu período de férias! A verdade é que o CONSUNI aprovou uma comissão que irá examinar todas as justificativas apresentadas pelas 3 conselheiras do CCH, onde deverá ficar demonstrado que tem gente no gabinete do reitor que não sabe contar.

Atenciosamente,

Marcos Pedlowski

PS: O interessante é que hoje havia quórum qualificado e o reitor preferiu colocar questões secundárias para serem debatidas até o quórum qualificado se esgotasse!

Anônimo disse...

o problema não é a vaga no consuni e sim o cargo atrelado a vaga, pois ele perde tambem ...

Anônimo disse...

Ponto eletrônico para essa cambada de hipócritas que só ficam no oba-oba.É a desmoralização geral que começa pelos PhDeuses e vai até os de nével elementar! Depois vem reclamar que a imprensa é marron, preta, roxa, etc. O grande idealizador de tudo isso deve estar se remexendo no túmulo!

Ricardo Garcia disse...

Enquanto isto...

Alerj dá aumento de salário para os deputados
Por Saulo Pessanha, em 17-12-2010 - 12h15
De O Globo:

RIO – A reboque do reajuste dos subsídios dos parlamentares federais aprovados em Brasília, os deputados estaduais do Rio também ganharam aumento de salário neste Natal. Na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o impacto do reajuste votado pelo Congresso, considerando os 15 salários anuais recebidos pelos 70 deputados da Casa, será de R$ 8.041.183,50 por ano. Os salários dos deputados estaduais em todo o país, pela Constituição, são de até 75% do subsídio dos federais. Num efeito cascata, o salário dos vereadores é outro a subir, por ser definido, também pela Constituição, como percentual dos subsídios dos parlamentares estaduais.

Anônimo disse...

Ponto eletrônico, não se enguane, só serve para ferrar com os servidores dos cargos mais baixos, os cargos mais altos sempre teram uma justificativa para não usa-lo.

Anônimo disse...

Minha "revistinha" (leitura predileta aos domingos)chegou e nela mais uma matéria sobre a UENF. Dessa vez a compra de 150 LCD de 52" pela bagatela de R$ 882.000,00! Segundo a "revistinha", poderia se fazer uma economia de cerca de R$170.000,00, se fosse comprado nas lojas do ramo. Ainda mostra a foto da empresa com sede no Rio, com o atendente sentado a frente. Perguntas;
1)Para que tanta tv? -HV,CCTA,P4,CBB,P5,CCT,CCH,Adm=8, 150/8= 18 aparelhos/prédio
-Lenep,Pesagro,Col.Agric.,Itaocara,Vila Maria=13, 150/13= 11 aparelhos
2)O preço pago é mesmo acima do mercado?
3)A empresa que vendeu tem a sede tombada?
Agora, se fossemos depender da ASCOM para saber das notícias da nossa UENF, estaríamos todos iludidos, ou não? Com a palavra a administração da universidade. É o mínimo que esperamos...

Anônimo disse...

Não atualiza mais não? e a votação do orçamento o que deu? A greve está perdendo força e quem sofre são os alunos. Muitos como eu estão com empregos e vagas em mestrado que não sabemos se vamos poder assumir pois esse greve já virou baderna e não se sabe quando vai terminar esse período. VERGONHA

Anônimo disse...

Vivemos num município onde a vergonha impera por todos os lados. Começa dos poderes públicos, da coisa pública e termina nos cidadãos "abestados". Eita cidadezinha, eita povinho!