terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Comando de greve realiza manifestação na reitoria

Nessa manhã de terça, o comando de greve da Uenf realizou uma manifestação no campus da universidade, em protesto pela demora nas negociações salariais com a participação do DCE, SINTUPERJ e ADUENF.
A "Furiosa" tocando "Me dá um dinheiro aí" estava bem maneira!
Amanhã uma comissão deverá ir a ALERJ e no domingo está prevista a saída de um ônibus de Campos para uma manifestação no Rio.

13 comentários:

Anônimo disse...

Vão pra Ipanema? Levem a sunga, biquini e protetor solar e aproveitem a viagem... e nós associados bancando a farra. Fala sério!

Anônimo disse...

Pra completar o circo só faltou chamar os os alunos que estão sendo feitos de "PALHAÇOS" nessa história toda, e que serão os maiores prejudicados. A excelência da UENF não é mérito somente dos professores e sim dos alunos também...e que não estão sendo respeitados com essa greve que não ata nem desata.

pedlowma disse...

Prezados,

Acho muito interessante que tanto o governo Cabral como a reitoria da UENF fiquem imunes às críticas de determinados anônimos. Se não houvesse essa aliança nada santa contra a ação da ADUENF e do SINTUPERJ em prol dos seus associados é bem possível que nem greve tivesse ocorrido. E se ir ao Rio se manifestar fosse farra, aqueles que lucrarem com a doação de tempo dos que forem, bem que poderiam abrir mão dos eventuais ganhos da "farra". Mas conhecendo certos anônimos de outros carnavais é provável que sejam os primeiros da fila que será criada para incorporar os ganhos nos contra-cheques.

Uenfezado disse...

O prof. Pedlowski lembrou um antigo sonho meu:
Que todos os colegas que se abstenham de participar de algum movimento grevista, também se abstenham dos ganho$$ obtidos pela luta coletiva!
Teriam "culhão" para isso!!??
Mas...aproveitador, perdão, crítico é assim mesmo...

Anônimo disse...

A turma reclama da greve, e com a cara mais lavada ainda indaga:
-Greve? Que Greve?
Sinto muito pelos que se fazem de "bobos", pois enquanto alguns colegas se esforçam para que haja um canal de conversas, outros que criticam, estão em casa curtindo!

Anônimo disse...

Porque que vc que acha q seu salário está maravilhoso não devolve o reajuste para o coitadinho do governo????

Tira o rabo de casa e vai cumprir OITO HORAS DIÁRIAS de serviço na UENF!

Anônimo disse...

Hipócritas! Os servidores q fingem q trabalham e criticam os q lutam por todos!
A reitoria nem se manifesta...não dá um sinal de q fez algum esforço de negociação com o governo! Será q tem algum interesse em cargos????

Assim ficará difícil de se reeleger!

Anônimo disse...

É de rir! A reitoria levou 4 anos para dizer que o reajuste do "vale pipoca" depende do governo!

Nem pra dizer que conversou com o dono da COPA de 2014 e nada conseguiu!

É como somos tratados depois das eleições...mesmo que de reitor!

Anônimo disse...

Associado, quando o reajuste chegar, entrega aos que vão à Ipanema!

Anônimo disse...

Antes de confirmar a viagem, consultem a previsão do tempo - acho que não vai rolar praia, então peguem um matinê...

Anônimo disse...

O prof. Pedlowski lembrou um antigo sonho meu:
Que todos os colegas que se abstenham de participar de algum movimento grevista, também se abstenham dos ganho$$ obtidos pela luta coletiva!
Teriam "culhão" para isso!!??
___________________

Ora ora caro colega...
esses sonhos, que mais parecem devaneios num mundo do faz de conta onde classes operárias lutam incessantemente contra burgueses de fraque não condizem com a REALIDADE. Como alguém, em sua sã consciência vai se "abster" de um reajuste salarial em prol de classes, grupos, companheiros e afins de barba e estrelinha vermelha no peito ? Solidários SIM, incensatos JAMAIS ! Mas compreendo a idéia, por que não dizer, INFANTIL e INGÊNUA dessa união pré-estabelecida e pré-ordenada... coisa de quem ainda não saiu do armário... sei lá.
O ser humano é (graças a Deus) livre e, sendo assim, participa ou não de aulas de judô, terreiros de macumba, passeatas, clubes de tiro, etc. O esquerdismo não pode e não deve incutir nas mentes das pessoas que existem os politicamente corretos, pois isso os esquerdinhas não são mesmo e jamais foram (basta assistir a novela Ribeirão do Tempo). Se as manifesdtações da UENF não atraem a grande maioria dos servidores é porque essa grande maioria não está interessada nesse modelo de proposta reivindicatória. Mudem seus paradigmas e ganharão seguidores.

Uenfezado disse...

Tudo bem! E qual é a sua proposta de movimento?
Já experimentou propô-las em assembléia?
Já experimentou fazer parte do seu sindicato?
Pô!?! Dá um tempo!!

Anônimo disse...

Esse cara nem na assembléia vai! Quer falar o quê?